A falsidade e plágio

 

Olá tudo bem com vocês?

Gostaria de compartilhar com vocês uma história triste que infelizmente se repete na nossa sociedade.

Estou desempregada a mais de 6 meses, vivendo comendo e tomando banho  com meus avos em uma pequena cidade do interior de Goiás, eles são ótimas pessoas não me cobram nada pela “moradia” nem pelo alimento, mas não sou o tipo de pessoa sanguessuga que gosta de ficar dependendo dos outros e essa situação já estava me incomodando a meses, foi na quarta-feira que tive a brilhante ideia de fazer sanduíche natural para vender na faculdade e assim ter uma renda pequenina.

Na quinta-feira chamei uma amiga para me ajudar a vender os sanduíches na faculdade, como ela estuda lá já é meio caminho andado, combinamos que dividiríamos o lucro meio a meio. Logo no primeiro dia que ela levou vendemos todos que lindo.

No dia seguinte liguei para ela para perguntar se alguém queria, se tinham gostado ou se falaram mal, para que eu preparasse os ingredientes com antecedência, daí ela disse que estava esperando a resposta no whatsApp. Esperei  até às 16:00 pela  resposta e nada.

Passou se o final de semana… Na segunda-feira liguei novamente mas dessa vez ela disse que tinha combinado com as amigas de tomar caldo e por isso não levaria o sanduíche neste dia.

Pensei, tudo bem então se ela prefere comprar caldo a lucrar vendendo sanduíche por mim tudo bem, afinal tem muito mais lugares para vender sanduíche natural que só na faculdade e se ela não quiser mais vender tem outras pessoas que eu sei que vai querer porque a crise está feia e qualquer R$ 10,00 que entrar é melhor do que nada.

Estava em casa de boa me preparando para o dia seguinte, eis que uma amiga em comum me liga:

-Luana você disse que a menina não ia trazer sanduíche hoje mas ela tá vendendo aqui na sala.

Daí eu:

-Disfarça que estava falando comigo, vai lá ver de que que tem e pergunta o preço. Amanhã você me liga para contar.

No dia seguinte ela me ligou e disse que a menina estava vendendo com o mesmo preço e “sabor” do meu. Ficamos indignadas com essa situação.

Recebi vários conselhos sobre isso:

1° não aceita aquela falsa na sua casa de novo

2° manda mensagem para ela dizendo que vc sabe de tudo

3° quebra a cara dela na pancada.

Daí eu trouxona demais resolvi fazer o seguinte: fiz de conta que não sei de nada e contei para ela dos meus novos projetos tipo vou fazer mini pizza pra vender, semana que vem vou tentar fazer coxinhas e tals hahaha.

E o pior de tudo foi que eu não consegui sentir nem raiva e nem ódio da menina. Eu não me entendo: sou uma pessoa muito boa ou muito trouxa, vai saber né.

Não sei se fiz certo ou errado apenas segui meu coração.

Enfim experimentei a falsidade e plágio.

E o que vocês acham disso?

Beijos e até a próxima.

Gente eu vou amar se vocês deixarem ideias para novos posts. É só colocar nos comentários. Ou no e-mail luanadeyse_123@hotmail.com

 

 

https://www.facebook.com/plugins/like.php?href=https%3A%2F%2Fwordpress.com%2Fpost%2Fluanadeyse.wordpress.com%2F349&width=450&layout=standard&action=like&show_faces=true&share=true&height=80&appId

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s